Últimas

www.
Home / Notícias / Empresas / Como acessar linhas de crédito durante a pandemia?
Como acessar linhas de crédito durante a pandemia?

Como acessar linhas de crédito durante a pandemia?

Sebrae e Caixa Econômica tiram dúvidas do setor e firmam parceria para facilitar financiamentos

Efetuar os pagamentos dos salários dos funcionários, dos fornecedores e de impostos no prazo tem tirado o sono de muitos empresários durante essa crise econômica provocada pela pandemia do novo Coronavírus. Com a estagnação econômica provocada pelo distanciamento social e o fechamento temporário da maioria das atividades econômicas em Santa Catarina honrar os compromissos financeiros é uma batalha diária das empresas.

Para facilitar o acesso ao financiamento para capital de giro das empresas com faturamento anual de até R$ 4,8 milhões, o Sebrae e a Caixa estabeleceram uma parceria com linha especial de R$ 7,5 bilhões disponibilizada pelo banco e garantida pelo Sebrae por meio do Fundo de Aval para Micro e Pequenas Empresas (FAMPE), que complementa até 80% de crédito. As taxas variam entre 1,19% e 1,59% ao mês, conforme o tamanho da empresa, com uma carência de até 12 meses para começar a pagar. A linha está disponível para empreendimentos dos setores de indústria, comércio e serviços dos seguintes portes: microempreendedores individuais (MEI), microempresas e empresas de pequeno porte.

PASSO A PASSO

Os interessados nesta linha de crédito primeiramente terão que assistir um vídeo com orientações para tomada de decisão sobre o empréstimo, no Portal do Sebrae (https://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/creditoassistido). Em cinco minutos, a produção audiovisual apresenta informações para o gestor avaliar se essa é a melhor solução para seu negócio.

Para assistir é necessário ter um cadastro da empresa (com CNPJ) no Portal Sebrae. A visualização é condição obrigatória para quem ainda não é cliente do Sebrae iniciar o atendimento com a Caixa, que terá acesso às informações necessárias para validar os interessados. Depois é necessário aguardar 72 horas, tempo necessário para atualizar os dados da empresa.

Outro requisito da empresa é ter pelo menos 12 meses ininterruptos de faturamento e não ter nenhuma restrição em seu CNPJ ou no CPF dos sócios. Para demonstrar o interesse no crédito é possível fazer o pré-cadastro pelo link http://www.caixa.gov.br/caixacomsuaempresa/Paginas/default.aspx, contatar (preferencialmente por e-mail ou telefone) ou ir até uma agência da Caixa Econômica Federal.

Os documentos necessários são: CNPJ e CPF ativos e regulares dos sócios e representantes da empresa; se for MEI precisa enviar o CCMEI e para demais empresas enviar o contrato social e suas alterações; comprovante de endereço dos sócios e representantes; se for MEI encaminhar o DASN-Simei com 12 meses de faturamento ininterruptos e para as demais empresas encaminhar o extrato do Simples Nacional com faturamentos ininterruptos dos últimos 12 meses.

Depois disso, a Caixa entrará em contato para avisar se o crédito foi concedido e o Sebrae para auxiliar na elaboração de um planejamento empresarial.

ENFRENTANTO A CRISE

Os empresários terão acompanhamento do Sebrae ao longo de todas as fases de operações, com orientações, capacitações e soluções que atendam suas necessidades. Além de resolver a emergência atual de acesso ao crédito a intenção é contribuir na melhoria da gestão do negócio, otimizar a utilização dos recursos, mostrar a importância do planejamento financeiro para que o negócio seja fortalecido, mesmo em período de crise.

“A Caixa e o Sebrae possuem uma parceria há muito tempo e neste momento se unem para disponibilizar linhas de crédito em condições especiais diante do cenário que estamos vivendo. Nossas expectativas são de realizamos muitas operações em nossa região, fortalecendo a presença e atuação da Caixa junto às pequenas e médias empresas. Colocamos nossas equipes à disposição para atendimento ágil e eficiente para, no menor tempo possível, viabilizar as contratações”, destaca o superintendente de rede da Caixa do oeste de SC, Renato Scalabrin.

EMPRESÁRIO

Em virtude da pandemia a empresa Adriana Dariff – KL Ferramentas, de Catanduvas (SC), foi obrigada a fechar suas lojas. Uma das unidades estava em funcionamento apenas há 12 dias. A prestação de serviços também foi totalmente paralisada e todos os funcionários que atuavam externamente tiveram seus contratos cancelados.

“Sem capital de giro suficiente para custear essas despesas e para os pagamentos de funcionários e fornecedores partimos em busca de financiamento. Primeiramente, tentamos o BADESC, mas infelizmente não foi possível pela alta demanda e ficamos na fila de espera. Até que surgiu essa linha de crédito pela parceria Sebrae e Caixa, que veio em boa hora nos socorrer. Como já tínhamos o cadastro no Sebrae, imagino que isso facilitou para adquirirmos o crédito. Agora teremos fôlego para superar o momento difícil e incerto que vivemos”, relata o gerente geral Luis Fernando Pereira da Silva ao agradecer essa iniciativa que acredita nos pequenos empresários.

 

 

 

 

Por MB Comunicação

Imagem: Cookie_studio

About Mega Moveleiros

Avatar
Portal de notícias e negócios para marcenarias, indÚstrias e revendas do setor moveleiro no Brasil.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Scroll To Top