Últimas

www.
Home / Notícias / Economia / A Nova Economia
A Nova Economia

A Nova Economia

Saiba como preparar seu negócio para as novas mudanças do mercado

Pensar em nova economia é entender que as mudanças no mercado estão acontecendo em uma velocidade cada vez mais rápida. O conceito de nova economia está presente em nosso dia a dia já que a tecnologia está mudando o mundo dos negócios.

A Nova Economia é a nova era da transformação digital e das mudanças de comportamento do consumidor. Ela se traduz na realidade da mentalidade e de gestão das start-ups, que foram capazes de quebrar paradigmas, entender as necessidades das pessoas e lançar no mercado uma nova forma de fazer negócios.

O consultor Leonardo Beling, explica a diferença entre a nova e velha economia. “A velha possui processos lineares, a empresa decide qual é a sua oferta de mercado, a mídia offiline é predominante nas ações de marketing, os funcionários não agem como intraempreendedores, e decisões do negócio são exclusivamente voltadas a ganhar dinheiro.

Já na Nova Economia, os processos são flexíveis, o cliente decide o que será lançado no mercado de acordo com as suas necessidades, a mídia online prevalece nas estratégias de comunicação, os colaboradores possuem postura de dono, e o propósito do negócio é o maior ativo que impulsiona a organização.

O consultor ainda reforça que a nova economia é o valor econômico gerado por meio da colaboração, da tecnologia, no foco no cliente, na personalização, da autonomia do colaborador, entre outros.

Como as empresas devem se preparar

A principal mudança na qual as empresas precisam se adaptar é na mentalidade da gestão do negócio. Deixar para trás alguns dogmas antigos e velhos hábitos é fundamental. Para isso acontecer na prática é necessário mudar a forma de pensar. “Por exemplo, as empresas da Nova Economia possuem um senso de propósito muito grande. Elas nasceram para realmente resolver um problema significativo das pessoas. Isso não quer dizer que ela não visa o lucro. Mas o negócio é formatado e decisões são tomadas com base no propósito, não em ganho de receita no curto prazo”, revela Leonardo.

Outro aspecto da nova economia é o que chamamos informalmente de “aperte um botão e resolva o meu problema”. A Start-up de serviços financeira a Nunbank e o aplicativo de comida  Ifood são exemplos disso – rapidez, comodidade, por um preço acessível -, é isso que as pessoas buscam. A velocidade de crescimento da tecnologia e da internet, criaram esse novo padrão de comportamento do consumidor.

As principais dificuldades

Para o consultor Leonardo Beling, a principal dificuldade do empreendedor é certamente implementar uma nova cultura organizacional. Adaptar o seu negócio atrelado à tecnologia, fugir do modelo de gestão vertical, e entender os comportamentos do seu público-alvo são algumas das árduas tarefas.

Além disso, na nova economia o empreendedor terá o desafio de liderar pessoas de uma forma diferente. “Nesta nova perspectiva econômica, o modelo CLT trabalhando 8 horas por dia está defasado. A nova regra é: gestão por resultado e produtividade. Desta forma, concede-se mais autonomia e flexibilidade para o colaborador, desde que os resultados sejam alcançados”, comenta.

O comportamento do consumidor

A Nova Economia torna o consumidor mais ágil, exigente e impaciente. Um exemplo perfeito disso é relação Táxi x Uber. Com a chegada do aplicativo, quase ninguém cogita chamar um taxista. A plataforma oferece um serviço mais rápido, mas fácil, mais moderno, com mais qualidade e mais barato.

No entanto, as empresas brasileiras ainda estão em um processo de transformação. “Apenas 5% do mercado brasileiro já se adaptou a esta nova realidade. Por isso, ainda há uma jornada longa de evolução e adaptação das organizações”, relata.

 

 

 

Por Prime Comunicação

Imagem: Divulgação

About Mega Moveleiros

Avatar
Portal de notícias e negócios para marcenarias, indÚstrias e revendas do setor moveleiro no Brasil.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Scroll To Top